Última hora
This content is not available in your region

Mausoléu de Augusto restaurado

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Mausoléu de Augusto
Mausoléu de Augusto   -   Direitos de autor  .
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de décadas ao abandono, o mausoléu de Augusto, o primeiro imperador de Roma, foi restaurado e será reaberto ao público no início do próximo ano.

O mausoléu é o maior sepulcro circular do mundo e foi construído em 28 a.C., perto do Rio Tibre, para receber os restos mortais de Augusto e dos herdeiros, onde se incluem os imperadores Tibério, Calígula e Cláudio.

De acordo com a Superintendente do Património Cultural de Roma, Maria Vittoria Clarelli, o monumento irá reabrir entre março e abril. Os visitantes poderão ver "as "concamerações", que são bizarras salas semicirculares e trapezoidais, que costumavam estar cheias de lixo, e que faziam parte da estrutura invisível."

O projeto de restauro envolveu duas fases distintas: a consolidação das estruturas existentes para as tornar seguras para poderem ser visitadas, e o melhoramento do espaço, permitindo que seja depois utilizado como museu.

A restauração do Mausoléu de Augusto, o primeiro imperador de Roma, custou 10 milhões de euros.