EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Pai Natal confirma à Euronews que vai poder viajar

Pai Natal confirma à Euronews que vai poder viajar
Direitos de autor SAM KINGSLEY/AFP or licensors
Direitos de autor SAM KINGSLEY/AFP or licensors
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Apesar das restrições de viagens por causa da pandemia e de fazer parte do grupo de risco, o Pai Natal confirmou à Euronews que vai poder viajar

PUBLICIDADE

Depois de a OMS nos ter assegurado que o Pai Natal pode agora viajar em segurança apesar de estar na categoria de risco e do Dr. Fauci ter anunciado a seguir que vacinou o Pai Natal, as crianças do mundo inteiro podem respirar de alívio: vai haver Natal!

Mas, para ter mesmo a certeza, nós, na Euronews, fomos falar com o Pai Natal:

Euronews: "Os planos de todos têm vindo a mudar à última da hora, temos estado a falar de encerramentos de fronteiras - tem de mudar os seus planos, ou o seu trenó está isento dessas restrições de viagem"?

Pai Natal: "Este ano foi realmente excecional e é por isso que o Natal não podia vir em melhor altura. Todos nós precisamos de muita alegria e felicidade neste momento da nossa vida. Mas, apesar de tudo o que aconteceu, penso que o próprio Natal não mudou em nada, só precisamos de o celebrar de forma segura e adequada, seguindo cuidadosamente todas as instruções que nos são dadas".

Euronews: "Tem de se colocar em quarentena quando vai de país em país? - Como é que vai fazer isso?

Pai Natal: "Respeito certamente todas as recomendações de saúde pública, mas para as visitas de Natal, como nos anos anteriores, não precisarei de passaporte diplomático ou visto ou mesmo de uma licença de estacionamento para renas... Não preciso deles porque sou o Pai Natal".

Portanto, pode enviar cartas para o Pai Natal, mas não se esqueça de colocar o desinfetante perto dos biscoitos que lhe vai deixar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden infetado com covid-19 suspende ações de campanha

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo

Cristãos ortodoxos celebraram o Natal este fim de semana