Última hora
This content is not available in your region

Pandemia pode impedir repatriamento de migrantes em Itália

euronews_icons_loading
Pandemia pode impedir repatriamento de migrantes em Itália
Direitos de autor  Fabio Peonia/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

Um Tribunal de Milão decidiu que o risco de infeção por Covid-19 nos países de origem pode ser uma razão para conceder "proteção humanitária" em Itália. Em causa estão aos migrantes que não têm direito a asilo político ou proteção contra a guerra ou tortura.

Os juízes terão de avaliar caso a caso, mas uma pandemia combinada com os escassos recursos de saúde de um país, pobreza e agitação social, passam a ser razões válidas para considerar o repatriamento de um migrante como um risco.

Desde o início deste ano, 34 mil migrantes, a maioria de origem tunisina, desembarcaram nas costas italianas.

As viagens continuam mesmo com as tempestades e o mau tempo. Na semana passada, pelo menos 20 pessoas morreram num naufrágio de um barco que tinha saído da Tunísia com destino à ilha italiana de Lampedusa.