Última hora
This content is not available in your region

O Reino Unido deixou a União Europeia

euronews_icons_loading
O Reino Unido deixou a União Europeia
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A tortuosa partida do Reino Unido da União Europeia consumou-se quando o Big Ben registou as 23h00, assinalando o fim de uma relação difícil de 47 anos.

No porto de Dover e no Túnel do Canal da Mancha, o pouco tráfego fez com que tudo funcionasse sem sem atrasos.

Boris Johnson diz que o país recuperou a liberdade e apela a um "Reino mais Unido".

"Este é um momento espantoso para este país. Temos a nossa liberdade nas nossas mãos e cabe-nos a nós aproveitá-la ao máximo. E penso que será o instinto esmagador do povo deste país juntar-se como um só Reino Unido - Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte trabalhando juntos para expressar os nossos valores em todo o mundo, liderando tanto a cimeira do G7 como a COP 26 sobre as alterações climáticas em Glasgow".

O presidente francês, Emmanuel Macron, lamenta o divórcio mas afirma que o Reino Unido mantém-se como "amigo e aliado"

"Esta escolha de deixar a Europa, este Brexit, é o filho do mal-estar europeu e de muitas mentiras e falsas promessas. Mas quero dizer-vos muito claramente esta noite: o nosso destino é, antes de mais, na Europa", disse.

Gibraltar, o rochedo no sapato desta separação, passará a fazer parte do espaço Schengen para garantir a fluidez na ligação com Espanha, num acordo histórico, para quatro anos, alcançado no limite do prazo. A fronteira será assegurada por guardas da Frontex, a agência fronteiriça da União Europeia.