Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana

Northern Ireland Assembly
Northern Ireland Assembly Direitos de autor Northern Ireland Assembly
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os unionistas aceitaram pôr fim ao bloqueio iniciado há quase dois anos depois de Londres se ter comprometido a passar para legislação a eliminação dos controlos internos no mercado britânico, fixados no acordo do Brexit. Pela primeira vez, governo será liderado pelos republicanos do Sinn Féin.

PUBLICIDADE

O Partido Unionista Democrático (DUP) da Irlanda do Norte anunciou que chegou a um acordo com o governo central do Reino Unido que prevê a eliminação dos controlos internos no mercado britânico. Chega assim ao fim um impasse de quase dois anos, provocado pelo DUP, e que ameaçou uma parte essencial do acordo de paz de 1998.

Além da promessa de cimentar a posição da Irlanda do Norte no Reino Unido através de nova lei, Londres conseguiu o sim dos unionistas ao oferecer-lhes um pacote financeiro de 3,3 mil milhões de libras.

Jeffrey Donaldson, líder do DUP, diz que a nova legislação removerá os controlos sobre as mercadorias provenientes do Reino Unido e fará com que a Irlanda do Norte deixe de "seguir cegamente" as leis da União Europeia. "A burocracia alfandegária vai desaparecer e acreditamos que isso representa uma mudança significativa", referiu Donaldson.

O acordo está a sujeito a aprovação de legislação que deverá passar no parlamento esta quinta-feira, o que significa que Stormont, a assembleia da Irlanda do Norte, pode voltar a funcionar na sexta-feira ou no sábado.

Se for aprovado, o acordo deverá permitir ao DUP e aos nacionalistas do Sinn Féin elegerem um presidente da assembleia no início da próxima semana. 

Com a vitória do Sinn Féin sobre o DUP nas eleições de maio de 2022, Michelle O'Neill deverá liderar o governo que vier a ser constitído, o que será um acontecimento histórico, tendo em conta que um republicano nunca assumiu a liderança de um executivo da Irlanda do Norte.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rishi Sunak saúda recuperação das instituições autónomas na Irlanda do Norte

Irlanda do Norte assinala 25° aniversário do atentado bombista de Omagh

Câmara dos Comuns aprova acordo sobre a Irlanda do Norte