EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Irlanda do Norte assinala 25° aniversário do atentado bombista de Omagh

Famílias recolhem-se no memorial às vítimas, tentando que as novas gerações conheçam o passado para prevnir o futuro.
Famílias recolhem-se no memorial às vítimas, tentando que as novas gerações conheçam o passado para prevnir o futuro. Direitos de autor Brian Lawless/PA via AP
Direitos de autor Brian Lawless/PA via AP
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Irlanda do Norte presta homenagem às 29 vítimas do atentado em Omagh. O ataque mais mortífero do conflito que durou quase quatro décadas.

PUBLICIDADE

A tragédia de Omagh ocorreu poucos meses depois de o conflito ter terminado formalmente.

A cerimónia, organizada por grupos de vítimas e pelo fórum das igrejas da cidade, realizou-se no Memorial Garden de Omagh (no domingo), com hinos, leituras e a oração do Pai Nosso lida em três línguas - irlandês, inglês e espanhol - em respeito pelas nacionalidades das vítimas.

As famílias das vítimas terão uma cerimónia separada e privada esta terça-feira, dia do aniversário.

Em 15 de agosto de 1998, estava prevista uma procissão festiva da igreja em Omagh, mas foi recebido um aviso telefónico de uma bomba. Foi iniciada a evacuação, mas o carro armadilhado explodiu exatamente no local para onde as pessoas tinham sido evacuadas. Morreram 29 pessoas e mais de 220 ficaram feridas.

O "IRA Verdadeiro" - um grupo dissidente do IRA que assinou o cessar-fogo e o acordo de Sexta-Feira Santa - assumiu a responsabilidade do atentado.

Ninguém foi condenado pelo atentado. Em fevereiro deste ano (2023) o governo do Reino Unido ordenou uma "re-investigação" dos factos, para tentar descobrir, em particular, se havia conhecimento prévio da bomba e se a tragédia poderia ter sido evitada.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana

Unionistas da Irlanda do Norte sob pressão nas eleições gerais do Reino Unido

Rishi Sunak saúda recuperação das instituições autónomas na Irlanda do Norte