Vítimas da violência na Irlanda do Norte põem governo em tribunal

Vítimas da violência na Irlanda do Norte iniciam ação contra lei da amnistia
Vítimas da violência na Irlanda do Norte iniciam ação contra lei da amnistia Direitos de autor Peter Morrison/Copyright 2023 The AP. All rights reserved
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nova lei britânica oferece amnistia aos militares envolvidos no conflito que durou mais de três décadas na ilha

PUBLICIDADE

Os familiares das vítimas da violência na Irlanda do Norte iniciaram uma ação em tribunal para travar a lei que impede futuros inquéritos ou processos civis relacionados com as três décadas de violência na ilha.

A legislação entrou em vigor em setembro e foi fortemente contestada pelo governo irlandês, que considera uma ação no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem e por quem viu a família destruída no conflito entre as Irlandas.

A nova lei oferece amnistia aos militares e membros das forças de segurança britânicas em troca de cooperação com as autoridades. Para os críticos, isto significa que os criminosos ficarão impunes. O governo britânico justifica a legislação com a necessidade de cortar com os acontecimentos do passado.

Os processos em curso serão concluídos mas as investigações que não estiverem próximas de uma conclusão terminarão em maio. Morreram mais de 3500 pessoas nas três décadas de conflito e há mais de 1200 mortes ainda sob investigação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rishi Sunak saúda recuperação das instituições autónomas na Irlanda do Norte

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana

Velha guarda do rock em peso na abertura da Gibson Garage