EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

França apreensiva mas firme nas restrições contra a Covid-19

França apreensiva mas firme nas restrições contra a Covid-19
Direitos de autor LUDOVIC MARIN/AFP
Direitos de autor LUDOVIC MARIN/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Paris decidiu prolongar o encerramento das fronteiras com o Reino Unido e estender o encerramento das atividades não essenciais como a indústria da restauração, do entretenimento e do esqui. Quanto à vacinação, há a promessa de vacinar um milhão de pessoas até final de janeiro.

PUBLICIDADE

As autoridades francesas estão apreensivas sobre a situação epidemiológica no país, em particular em relação à variante britânica da Covid-19. Uma preocupação que leva Paris a prolongar o encerramento da fronteira com o Reino Unido. Quanto às restrições, museus, cinemas, teatros e salas de espetáculos continuam encerrados, pelo menos até ao final de janeiro.

"Vamos também fazer um ponto de situação com a indústria da restauração, com os proprietários de bares e ginásios, para quem, infelizmente, a perspetiva de reabertura em janeiro não é realista e vai ser adiada até pelo menos meados de fevereiro".

Jean Castex também anunciou que estações de esqui deverão manter-se encerradas. O primeiro-ministro indicou que vai receber os profissionais da montanha no dia 20 para estudar uma eventual reabertura dos teleféricos.

Sobre o recolher obrigatório, continua em vigor a partir das oito da noite, a exceção de 15 departamentos que começa às seis da tarde.

Face às críticas sobre a lentidão da campanha de vacinação, o governo prometeu acelerar o processo. Os idosos com mais de 75 anos vão poder começar a ser vacinados a partir do dia 18. O primeiro-ministro tem um objetivo: vacinar um milhão de pessoas até ao final de janeiro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Restrições continuam a aumentar na Europa

Estado de emergência prolongado e novo recorde de Covid-19

Centenas assistem a recriação de desembarque do Dia D