Última hora
This content is not available in your region

Regresso à escola em Itália

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Alunos italianos
Alunos italianos   -   Direitos de autor  Arquivo
Tamanho do texto Aa Aa

No meio da pandemia e dias depois debate e estudo, Itália decidiu reabrir as escolas primárias e do segundo ciclo esta quinta-feira. O ensino secundário deverá reabrir na segunda-feira mas metade dos estudantes vão permanecer em casa a participar por tele-escola.

Depois de os estudantes terem estado dois meses fora das salas de aula e com confinamentos regionais e nacionais durante 2020, muitas pessoas ficaram céticas quanto ao ensino à distância. E há quem conteste o plano do governo.

"Com 400 milhões de euros (quantia necessária para vacinação e testes de duas em duas semanas) seria possível garantir o regresso à escola em segurança e sem interrupções. Não é possível fazer pagar a uma geração de jovens toda a desorganização desde governo", diz Costanza Margiotta, do Movimento Prioridade à Escola.

De acordo com um estudo elaborado pela organização Save the Children, o ensino à distância provoca efeitos importantes nos alunos, desde cansaço, dúvidas e preocupações.