EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Teste a "mega-foguetão" da NASA acaba mais cedo que o previsto

Teste a "mega-foguetão" da NASA acaba mais cedo que o previsto
Direitos de autor NASA TV
Direitos de autor NASA TV
De  Bruno Sousa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Space Launch System é essencial para a missão que pretende colocar mulher na lua em 2024 e apesar do teste não ter sido concluído a NASA está otimista

PUBLICIDADE

Será o foguetão mais poderoso que alguma vez viajou para o espaço mas por enquanto ainda está em fase de testes. Este sábado, pela primeira vez o Space Launch System colocou os quatro motores principais em funcionamento simultâneo mas um erro levou a que o teste fosse abandonado ao cabo de um minuto, ficando distante dos oito minutos previstos para o ensaio.

A NASA admitiu desconhecer a origem do erro, ainda assim mostrou-se satisfeita com os resultados.

Para o administrador da Agência Espacial Norte-americana, Jim Bridenstine "o futuro é brilhante e seguramente vamos aprender muito com este teste. Na verdade, já sabemos que aprendemos muito. Até ao momento em que começou a ignição aprendemos muito, por isso este foi um dia bom. Fazemos testes por um motivo, porque queremos aprender e vamos continuar a aprender."

Apesar do teste não ter sido concluído, os dados recolhidos podem ser suficientes para seguir com o programa. A NASA sublinha, no entanto, que ainda é demasiado cedo para dizer se é necessário repetir o ensaio.

A missão Artemis coloca norte-americanos e europeus de mãos dadas com o objetivo de colocar a primeira mulher na lua até 2024. Para este ano está ainda previsto mais um teste, à cápsula espacial Orion, cujo módulo de serviço será construído pela Agência Espacial Europeia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Foguetão da Coreia do Sul falha missão espacial

Agência Espacial Europeia selecionou cinco novos astronautas entre mais de 20 mil candidatos

Lançamento da Soyuz abortado a segundos da descolagem