Última hora
This content is not available in your region

Teste a "mega-foguetão" da NASA acaba mais cedo que o previsto

De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Teste a "mega-foguetão" da NASA acaba mais cedo que o previsto
Direitos de autor  NASA TV
Tamanho do texto Aa Aa

Será o foguetão mais poderoso que alguma vez viajou para o espaço mas por enquanto ainda está em fase de testes. Este sábado, pela primeira vez o Space Launch System colocou os quatro motores principais em funcionamento simultâneo mas um erro levou a que o teste fosse abandonado ao cabo de um minuto, ficando distante dos oito minutos previstos para o ensaio.

A NASA admitiu desconhecer a origem do erro, ainda assim mostrou-se satisfeita com os resultados.

Para o administrador da Agência Espacial Norte-americana, Jim Bridenstine "o futuro é brilhante e seguramente vamos aprender muito com este teste. Na verdade, já sabemos que aprendemos muito. Até ao momento em que começou a ignição aprendemos muito, por isso este foi um dia bom. Fazemos testes por um motivo, porque queremos aprender e vamos continuar a aprender."

Apesar do teste não ter sido concluído, os dados recolhidos podem ser suficientes para seguir com o programa. A NASA sublinha, no entanto, que ainda é demasiado cedo para dizer se é necessário repetir o ensaio.

A missão Artemis coloca norte-americanos e europeus de mãos dadas com o objetivo de colocar a primeira mulher na lua até 2024. Para este ano está ainda previsto mais um teste, à cápsula espacial Orion, cujo módulo de serviço será construído pela Agência Espacial Europeia.