EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Portugal com 218 mortes por Covid-19 em 24 horas

Lisboa
Lisboa Direitos de autor Paulo Cunha/ 2021 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Direitos de autor Paulo Cunha/ 2021 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
De  Rodrigo Barbosa com Lusa
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Novo máximo diário registado num momento em que a situação é cada vez mais crítica nos hospitais

PUBLICIDADE

Face ao forte aumento no número de contaminações e, consequentemente, dos internamentos, há cada vez mais hospitais em Portugal confrontados ao esgotamento das suas capacidades. 

No dia em que o país ultrapassa os 200 mortos diários pela Covid-19, médicos e outros profissionais de saúde apontam o dedo ao governo, a quem exigem uma resposta adequada.

A situação é grave em todo o território, mas as regiões de Lisboa e Vale do Tejo e Alentejo são as mais pressionadas. 

Segundo a agência Lusa, as unidades de cuidados intensivos dos hospitais de Beja e Évora encontram-se com ocupação plena.

Em várias unidades da Grande Lisboa, começa a haver escassez de oxigénio.

Estamos numa área em que, neste momento, aquelas decisões mais complexas e difíceis já estão a ser tomadas pelos médicos, em que a capacidade de resposta foi ultrapassada e, portanto, estamos numa situação dramática.
Miguel Guimarães
Bastonário da Ordem dos Médicos

Em comunicado, a Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares frisou que "a hora é grave" e que compete ao Ministério da Saúde liderar a resposta à crise. 

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul responsabilizou o executivo e o Presidente da República pelo que classificou de falta "inaceitável" de planeamento adequado na resposta à pandemia e exigiu um reforço dos meios.

Temos um plano bastante inteligente de vacinação em três fases, mas precisamos de acelerá-lo e adaptá-lo a esta nova situação.
Pedro Simas
virologista

Portugal é atualmente o segundo país do mundo com mais casos por milhão de habitantes e já registou, desde o início do ano, perto de 2300 mortes devido à Covid-19

O mais recente recorde diário foi registado esta terça-feira, com 218 mortes e, novamente, mais de 10.000 contaminações.

Outras fontes • RTP / Público / Expresso

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cientistas contestam decisão de manter escolas abertas

Variantes mais contagiosas do Sars-CoV2 alastram pela Europa

Portugal endurece medidas do confinamento