Covid-19: Estados-membros da UE autorizados a restringir viagens

Reunião por videoconferência
Reunião por videoconferência Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Países da UE podem impor restrições pontuais nas fronteiras tanto internas como externas, no quadro da luta contra a Covid-19, sem por em causa o Espaço Schengen.

PUBLICIDADE

Os Estados-membros da União Europeia vão poder fazer restrições nas fronteiras, tanto internas como externas, desde que sejam pontuais, no quadro da luta contra a pandemia de Covid-19, em particular das novas estirpes em circulação. No entanto, o Espaço Schengen deve manter-se em funcionamento.

Essa é uma das principais conclusões da reunião por teleconferência dos líderes da UE, na qual a presidente da comissão, Ursula Von der Leyen, disse que todas as viagens não-essenciais eram fortemente desaconselhadas. Portugal já se adiantou e suspendeu todos os voos de e para o Reino Unido, origem de uma das novas estirpes do SARS-Cov2 consideradas mais contagiosas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa decide manter fronteiras abertas apesar da pandemia

25 anos de Google: será possível controlar o "gigante"?

Segurança reforçada no Kosovo após assassinato de polícia atribuído a sérvios kosovares