Ilha de lixo finalmente desmantelada

(imagem captada do vídeo)
(imagem captada do vídeo) Direitos de autor Euronews
De  Damian Vodenitcharov
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os resíduos que entupiram uma barragem nos arredores de Sófia, na Bulgária, foram finalmente recolhidos

PUBLICIDADE

O rio Iskar, um afluente do Danúbio, na Bulgária, foi finalmente dado como limpo. Há duas semanas, chuvas torrenciais arrastaram lixo de várias cidades e entupiram uma barragem em Svoge, a 40 quilómetros de Sófia, formando uma gigante ilha de lixo. A operação de limpeza tornou-se um desafio. Autoridades regionais e nacionais levaram vários dias para planear os detalhes técnicos e encontrar o financiamento necessário.

Garrafas de plástico, troncos de árvores, frigoríficos - a recolha de resíduos foi uma tarefa enorme. Os trabalhadores utilizaram primeiro máquinas. O lixo disperso foi recolhido com ganchos. No local foi também instalada uma grua para manobrar uma espécie de armação com a função de um ancinho gigante. Várias embarcações foram chamadas a ajudar, numa luta contra o tempo e contra os elementos.

Euronews
O lixo entupiu a barragem de SvogeEuronews

Vassil Shumanov, trabalhador da central hidroeléctrica de Svoge, conta que "parte do lixo começou a congelar". "Estavam a aglomerar-se, formando grandes blocos.A equipa de limpeza teve de partir estes blocos e puxá-los à mão para dentro. A máquina pode depois recolher tudo e carregá-lo para um camião," afirma.

560 toneladas de lixo foram transportadas para um aterro sanitário. Cerca de 200 metros cúbicos de resíduos de madeira molhada foram também recolhidos e armazenados. As autoridades bulgaras admitem ser difícil prevenir novos mantos de lixo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Roma: uma lixeira a céu aberto

Suspeita de crime ambiental em afluente do rio Danúbio

Flor-cadáver desabrochou em São Francisco