Última hora
This content is not available in your region

Denúncia de abuso sexual abala fundações do desporto grego

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Denúncia de abuso sexual abala fundações do desporto grego
Direitos de autor  ΓΙΑΝΝΗΣ ΚΟΛΕΣΙΔΗΣ/ 2021 ÁÈÇÍÁÚÊÏ ÐÑÁÊÔÏÑÅÉÏ ÅÉÄÇÓÅÙÍ - ÌÁÊÅÄÏÍÉÊÏ ÐÑÁÊÔÏÑÅÉÏ ÅÉÄÇÓÅÙÍ
Tamanho do texto Aa Aa

A coragem de Sofia Bekatorou abalou as fundações do desporto grego. A campeã olímpica de vela em 2004 é a mulher do momento na Grécia depois de ter denunciado um episódio de abuso sexual de que foi vítima por parte de um dirigente com quem preparava os Jogos Olímpicos. Depois de duas décadas a sofrer em silêncio, chegou o momento de falar:

"O que me levou a fazer estas revelações foi o facto de pensar que podia haver outros miúdos em perigo."

O episódio remonta a 1998, mas só agora foi tornado público. Sofia Bekatorou explica porque esperou 23 anos para denunciar a situação:

"Sentia algo muito forte dentro de mim mas ainda não estava pronta para lidar com isso. Não queria falar sobre o assunto. Queria mudar qualquer coisa, e para mudar qualquer coisa tinha de estar preparada para dar o peito às balas, para estar na linha da frente. E agora estou preparada."

O dirigente em questão foi demitido da Federação de Vela da Grécia e do Comité Olímpico local na sequência da denúncia e pediu para não ser julgado em praça pública sem dar a sua versão dos acontecimentos.