This content is not available in your region

Investigação à origem da Covid-19 afasta teoria de erro laboratorial

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Investigação à origem da Covid-19 afasta teoria de erro laboratorial
Direitos de autor  AP Photo

A missão da Organização Mundial de Saúde (OMS) na China destinada a compreender as origens do novo coronavirus falhou em identificar um animal na base da pandemia.

Palavra do chefe da delegação de cientistas chineses, Liang Wannian, que integrou um coletivo internacional de especialistas formado em conjunto com a OMS.

"O Sars-Cov-2 pode ter sido originado a partir de transmissão zoonótica, mas os hospedeiros reservatório continuam por identificar", sublinhou Wannian.

Os especialistas que integraram a missão também sublinharam que não há evidências que provem a transmissão da doença entre a população antes de dezembro de 2019.

"Ouvimos os detalhes do professor Liang Wannian e a conclusão foi a de que não encontrámos evidências de grandes surtos que pudessem estar relacionados com casos de Covid-19 antes de dezembro de 2019 em Wuhan ou em qualquer outro lugar", acrescentou Peter Ben Embarek, o especialista em segurança alimentar e doenças animais da OMS à frente da missão.

Entre a comunidade científica, há suspeitas de que a doença tenha sido originada entre populações de morcegos. Os especialistas acreditam também que possa ter sido transmitida aos humanos através de outro mamífero ou através de alimentos congelados.

No reino do incerto, a única certeza é a de que a pandemia ainda está longe do controlo a nível mundial. E também de que é "extremamente improvável", de acordo com a OMS, que a Covid-19 seja o resultado de um erro de laboratório.

Em todo o mundo, já morreram mais de 2 milhões de pessoas com complicações por causa da Covid-19.