This content is not available in your region

Donald Trump absolvido pelo Senado

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Donald Trump absolvido pelo Senado
Direitos de autor  Alex Brandon/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

Segundo julgamento, segunda absolvição. Donald Trump foi considerado inocente de incitar à insurreição, no julgamento político movido que, este sábado, terminou no Senado norte-americano.

A acusação tinha sido movida pela Câmara dos Representantes, mas, para a destituição do ex-presidente dos Estados Unidos ser aprovada, eram necessários os votos de dois terços dos 100 senadores.

Sete republicanos juntaram-se aos democratas e votaram contra Trump, mas a aliança provou ser insuficiente; o chamado impeachment foi reprovado com 57 votos a favor e 43 votos contra o processo.

Para líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, houve falta de "coragem" e "moralidade" para condenar Trump, o democrata acusou ainda os republicanos de privilegiar o partido em detrimento do país.

Mesmo Mitch McConnell, o líder da minoria, do partido republicano, admitiu não haver "dúvida nenhuma de que o presidente" foi "pratica e moralmente responsável por provocar o que aconteceu" no dia do ataque ao Capitólio.

No entanto, chegado o momento de votar, McConnell absolveu Donald Trump, deixando a sugestão de que deveriam ser os tribunais e não o Senado a julgar o antigo chefe de Estado

O resultado foi recebido em ambiente de festa pelos apoiantes do antigo residente da Casa Branca.

Trump é agora - de forma inequívoca - livre de ir a votos em 2024 e já reagiu, O ex-presidente congratulou-se com o fim do que chama "uma caça às bruxas" e deixou o aviso: o movimento político "está apenas a começar".