Última hora
This content is not available in your region

Navio da Open Arms desembarca na Sicília

euronews_icons_loading
Navio da Open Arms desembarca na Sicília
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

Já chegaram à Sicilia os 146 migrantes que foram resgatados, este fim de semana, pelo navio da organização humanitária espanhola Open Arms.

Por causa do mau tempo foi preciso encontrar rapidamente um porto seguro. O barco teve luz verde do município de Empedocle.

Depois de testes negativos à Covid-19, as autoridades italianas permitiram o desembarque.

Juanfe Jiménez, coordenador da equipa médica da Open Arms, explicou à Euronews que, apesar dos testes negativos, os migrantes e os colaboradores da organização humanitária vão ter de fazer quarentena. “Esta é a situação que se tem repetido desde o início da pandemia cada vez que chegamos a qualquer porto”, conta o médico.

Depois de serem resgatados, muitas vezes de pequenos barcos borracha, os migrantes agradecem por estarem em terra. Muitos começaram a viagem há mais de um ano. Outros pagaram mais de 4 mil euros.

Ludovic Ndomkeu, tem 19 anos e nasceu nos Camarões. Agradece a Deus e ao navio Open Arms por ter “cruzado o seu caminho”.