Última hora
This content is not available in your region

Chumbo de caçadeira envenena flamingos de Lárnaca

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Flamingos em Lárnaca
Flamingos em Lárnaca   -   Direitos de autor  Petros Karadjias/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Os flamingos estão a morrer no lago salgado de Lárnaca no sul de Chipre por envenenamento com chumbo de armas de caça. Nos primeiros dois meses do ano passado foram encontrados sem vida 96 exemplares desta espécie migratória.

A organização Birdlife Cyprus suspeita de que caçadores estão a contaminar o lago, apesar do uso de chumbo nestes locais estar proibido, mas não exclui outra hipótese.

"A origem parece ser chumbo de caça. É o único local do lago Lárnaca onde a caça é permitida, não no lago, mas perto do lago", diz Martin Hellicar, Director of BirdLife Cyprus.

A agência veterinária pública realizou autópsias e concluiu que as pequenas esferas de chumbo estão, de facto, na origem da morte dos pássaros.

A Federação de Caça e Preservação da Vida Selvagem não acredita que seja dos caçadores. Alexandros Loizides, representante da federação, diz "não acreditar que esse seja o problema. É uma faixa de 200 metros de terra onde a caça é permitida, de acordo com as regras europeias de zonas húmidas e onde cinco ou seis caçadores podem caçar patos diariamente. Não tivemos quaisquer incidentes nessa área específica.

Uma carreira de tiro junto ao lago foi encerrada há 18 anos e as autoridades levaram a cabo uma limpeza no leito para remover as esferas.

De acordo com a "Cyprus Birdlife", a limpeza terá sido incompleta e está agora em curso um estudo financiado pela União Europeia para identificar as áreas mais contaminadas para limpá-las de novo.

Mas de 15 mil flamingos visitam o lago Lárnaca todos os anos.