This content is not available in your region

Autoridades inglesas prometem investigar atuação da polícia em vigília

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Autoridades inglesas prometem investigar atuação da polícia em vigília
Direitos de autor  Frank Augstein/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

A atuação da polícia na vigília por Sarah Everard, em Londres, foi "completamente inaceitável". A expressão pertence ao autarca londrino, Sadiq Khan, que acrescentou ter recebido garantias que a polícia teria uma atuação sensível durante a ação de luto, o que não se verificou. De acordo com a polícia, foram efetuadas quatro detenções.

O ministério do Interior também adotou uma postura crítica, para a subsecretária de Estado para a proteção social, Victoria Atkins, as cenas verificadas são inquietantes e a ministra do Interior, Priti Patel, já pediu um relatório à Comissária da Polícia Metropolitana ".

A morte de Sarah Everard, encontrada sem vida na quarta-feira, relançou a discussão sobre a violência sofrida pelas mulheres no país. As homenagens repetiram-se este domingo, entre os presentes a opinião foi unânime.

Para esta mulher foi pena ter sido arruinada uma cerimónia que podia ter sido bonita e o que aconteceu foi perfeitamente desnecessário. Já esta participante admite estar chocada com a atuação da polícia, que não soube lidar com a situação.

A Polícia Metropolitana de Londres justifica a sua ação com a necessidade prioritária de proteger a segurança pública no contexto da pandemia de covid-19.