Última hora
This content is not available in your region

Portugal começa a desconfinar

euronews_icons_loading
Os mais novos regressaram à escola esta segunda-feira depois de 50 dias em casa
Os mais novos regressaram à escola esta segunda-feira depois de 50 dias em casa   -   Direitos de autor  Armando Franca/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Quase dois meses de confinamento severo chegam ao fim em Portugal. Creches e estabelecimentos de pré-escolar e do primeiro ciclo reabriram portas esta segunda-feira.O país teve em janeiro o maior pico de Covid-19. Esteve 50 dias só com serviços essenciais abertos e começa agora a retomar alguma normalidade. O teletrabalho mantém-se como regra, tal como o dever geral de confinamento - pelo menos até à Páscoa.

O calendário do desconfinamentofoi aprovado em Conselho de Ministros:

15 de março

Reabrem as creches, o ensino pré-escolar e as escolas do primeiro ciclo, assim como as atividades de tempos livres (ATL) para as mesmas idades.

O comércio ao postigo é autorizado e podem reabrir os cabeleireiros, as manicures e estabelecimentos similares, assim como as livrarias, o comércio automóvel, a mediação imobiliária, as bibliotecas e arquivos.

5 de abril

Alunos do segundo e terceiro ciclos voltam ao ensino presencial nas escolas. Atividades de tempos livres (ATL) para as mesmas idades reabrem bem como os equipamentos sociais para quem tem necessidades especiais.

Reabrem também os museus, monumentos, palácios e galerias de arte e as lojas com uma área até 200 metros quadrados e que tenham porta para a rua.

Está ainda previsto que possam voltar a funcionar as feiras e os mercados não alimentares.

As esplanadas podem voltar a ser frequentadas com uma ocupação máxima de quatro pessoas por mesa.

Os ginásios reabrem, mas sem aulas de grupo. Podem ser praticadas as modalidades desportivas de baixo risco e a atividade física ao ar livre é autorizada em grupos de até quatro pessoas.

19 de abril

O plano de desconfinamento prevê, nesta data, a reabertura das escolas do ensino secundário e as universidades.

Na área da cultura, está prevista a reabertura dos cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculo.

Reabrem ainda as lojas de cidadão, que voltam a ter atendimento presencial por marcação, assim como todas as lojas e centros comerciais.

Na área da restauração, passa a ser autorizada a abertura de restaurantes, cafés e pastelarias, mas com a restrição de lotação máxima a quatro pessoas ou seis pessoas em esplanadas e com horário até às 22:00 horas ou às 13:00 ao fim de semana.

A atividade física volta a ser permitida ao ar livre em grupo de até seis pessoas, assim como as modalidades desportivas de médio risco.

O plano prevê ainda que se possam realizar eventos exteriores com diminuição de lotação e casamentos e batizados com a restrição de 25% da lotação dos espaços.

3 de maio

Restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar sem limite de horário, mas com a lotação limitada a um máximo de seis pessoas ou a 10 em esplanada.

Além disso, todas as modalidades desportivas, a atividade desportiva ao ar livre e os ginásios voltam a não ter restrições.

A partir desta data voltam a ser permitidos os grandes eventos exteriores e eventos interiores com diminuição de lotação e os casamentos e batizados podem realizar-se com 50% da lotação.