Última hora
This content is not available in your region

Problemas com vacina da AstraZeneca "não são inesperados"

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AP, AFP
euronews_icons_loading
Problemas com vacina da AstraZeneca "não são inesperados"
Direitos de autor  Virginia Mayo/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Os problemas relacionados com a vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 "não são inesperados", já que se está a vacinar milhões de pessoas e eles atingem "um pequeno número" de vacinados, quem

o diz é a diretora-executiva da Agência Europeia de Medicamentos que continua a acreditar que há mais benefícios que riscos.

Para quinta-feira espera-se uma recomendação do organismo sobre a matéria.

Emer Cooke esclarecia que "enquanto a investigação está em curso, e ela está atualmente", continuam "firmemente convencidos de que os benefícios da vacina na prevenção da Covid-19, com o risco associado de hospitalização e morte, superam os efeitos secundários". Quem tiver tomado a vacina e tiver dúvidas deve entrar "em contacto com o profissional de saúde adequado".

"É inevitável", ainda que raro, a existência de incidentes, que podem ser graves. O papel do regulador europeu é assegurar que todos os efeitos secundários são investigados, esclarecia a responsável.

De acordo com a AstraZeneca há 37 casos de coágulos sanguíneos entre as mais de 17 milhões de pessoas que receberam a vacina na União Europeia e Reino Unido.

A farmacêutica e a Organização Mundial de Saúde dizem não haver provas de que a vacina aumente o risco de coágulos de sangue.