Tiroteio junto a projeto de gás em Cabo Delgado

Deslocados no norte de Moçambique
Deslocados no norte de Moçambique Direitos de autor RICARDO FRANCO/ 2020 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
De  Euronews com ´LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Informações da agência LUSA dão conta de fuga da população depois de ataque

PUBLICIDADE

A vila de Palma, na província moçambicana de Cabo Delgado, esteve esta quinta-feira sob tiroteio, causando uma fuga na população,  segundo a agência Lusa, citando fontes que estiveram em comunicação com a sede do distrito que acolhe os projetos de gás do norte de Moçambique.

Na vila ouviram-se disparos de metralhadora e a população fugiu após relatos da entrada de grupos armados a partir de dois locais, no lado sul que dá acesso a Mocímboa da Praia e em bairros de Palma na ligação para Nhica do Rovuma. Segundo uma das fontes, os contactos deixaram de funcionar pouco tempo depois dos primeiros telefonemas a dar conta da situação, pelo que são conhecidos poucos detalhes.

As Forças de Defesa e Segurança (FDS) moçambicanas mantêm forte presença em Palma, acrescentou. Outra fonte em contacto com Palma indicou que há estabelecimentos a ser assaltados. Uma outra confirmou a fuga da população e deu conta de que há helicópteros a sobrevoar a vila. A Lusa tentou obter informação junto das Forças de Defesa e Segurança (FDS), mas sem sucesso.

A instabilidade em Palma surge no dia em que o Governo moçambicano e a petrolífera Total anunciaram a retoma gradual das obras do complexo industrial de Afungi, adjacente à vila de Palma, após reforço das condições de segurança.

A violência armada em Cabo Delgado, onde se desenvolve o maior investimento multinacional privado de África, para a exploração de gás natural, está a provocar uma crise humanitária com quase 700 mil deslocados e mais de duas mil mortes. Algumas das incursões foram reivindicadas pelo grupo 'jihadista' Estado Islâmico entre junho de 2019 e novembro de 2020, mas a origem dos ataques continua sob debate.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Moçambique confirma ajuda internacional no combate ao terrorismo

Polícia do Equador detém quase 70 membros de gangue que tentavam controlar hospital

Irão dispara mísseis contra consulado dos EUA em região curda do Iraque