Última hora
This content is not available in your region

China e Irão assinam acordo de cooperação estratégica

euronews_icons_loading
China e Irão assinam acordo de cooperação estratégica
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

Lado a lado nos próximos 25 anos. China e Irão assinaram este sábado na capital iraniana um acordo de cooperação estratégica e comercial em que Pequim se compromete a investir 400 mil milhões de dólares ao longo de 25 anos em vários setores como as telecomunicações, os transportes ou a tecnologia da informação, em troca do acesso ao petróleo iraniano.

O acordo reforça a influência chinesa no Médio Oriente e atenua o isolamento a que Teerão foi condenado depois dos Estados Unidos terem abandonado o acordo nuclear de 2015 sob a presidência de Donald Trump.

Joe Biden já tentou regressar ao diálogo, apelando a um esforço concertado para que o Irão possa regressar aos termos do acordo, com os norte-americanos a levantarem gradualmente as sanções económicas que têm sufocado a economia do país asiático. O governo iraniano, no entanto, exige que os norte-americanos deem o primeiro passo com o levantamento das sanções. Uma posição que é apoiada pela China.