Última hora
This content is not available in your region

Nicolas Maduro oferece petróleo em troca de vacinas

euronews_icons_loading
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro   -   Direitos de autor  Matias Delacroix/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

"Petróleo em troca de vacinas" - é esta a nova máxima de Nicolas Maduro. O presidente da Venezuela tinha rejeitado as vacinas contra a Covid-19 da AstraZeneca do mecanismo Covax, mas diz-se agora disposto a dedicar uma percentagem da produção de petróleo do país para assegurar as doses necessárias.

A Venezuela tem os petroleiros, tem os clientes e dedicaria uma parte da sua produção para garantir todas as vacinas de que a Venezuela necessita. Petróleo por vacinas.
Nicolas Maduro
Presidente da Venezuela

O governo venezuelano reconhece que o país enfrenta uma segunda vaga da pandemia. Na semana passada, Nicolas Maduro disse que daria início ao processo de vacinação em massa com duas vacinas de origem cubana - Soberana 02 e Abdala. No entanto, estas vacinas ainda não estão disponíveis já que se encontram na última fase de testes.

Entretanto, a Venezuela registou quase mil novos casos em 24 horas. A capital, Caracas é uma das zonas mais atingidas. Entre os infetados está o líder da oposição, Juan Guaidó.