Última hora
This content is not available in your region

ONU alerta para possível guerra civil no Myanmar

euronews_icons_loading
ONU alerta para possível guerra civil no Myanmar
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Manifestantes regressaram às ruas de Rangum, principal cidade de Myanmar, para recolherem o lixo.

Desde o golpe de estado de 1 de fevereiro que os protestos se sucedem.

Os manifestantes exigem o regresso do governo eleito.

Os confrontos com os militares já causaram mais de 520 mortos.

Imagens de um encontro entre a líder do país, Aung San Suu Kyi, e um grupo de advogados sugerem que a líder de Myanmar se encontra de boa saúde.

No entanto, pouco se sabe sobre as condições em que se encontra detida.

As manifestações sucedem-se por todo o país.

Na cidade de Dawei professores, estudantes e engenheiros desceram às ruas para protestarem.

O enviado especial da ONU para Myanmar informou o Conselho de Segurança que o país enfrenta a possibilidade de guerra civil e está à beira de se tornar num "estado falhado".

A comunidade internacional condenou a violência exercida pelos militares.

A China criticou o apelo à imposição de sanções afirmando que as medidas coercivas vão apenas agravar a situação.