Última hora
This content is not available in your region

A Arte e a Natureza entram na luta contra a pandemia

Access to the comments Comentários
De  Luca Palamara
euronews_icons_loading
A Arte e a Natureza entram na luta contra a pandemia
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Em Itália, todos os museus e parques estão fechados por causa do coronavirus, mas o Museu de Capodimonte, em Nápoles, acaba de reabrir para ser um centro de vacinação. Ali, os tempos de espera podem ser passados no jardim ou numa sala cheia de pinturas.

O diretor do Museu explica que foram escolhidas várias obras de arte para serem expostas nos lugares de espera e lembra que o maior parque urbano de Itália pertence ao Museu. “Por isso, temos a associação da cultura e saúde, do bem-estar e cultura", diz Sylvain Bellenger.

O centro de vacinação está instalado num dos 17 edifícios do Parque de Capodimonte e pode administrar até 1.200 doses por dia.

Maria Corvino, diretora da Agência de Saúde de Nápoles, conta que a decisão de criar este centro de vacinação tem a ver com a beleza do lugar. “Andar nestes lugares, através do verde, da liberdade e da natureza significa também que, se quisermos ser novamente livres, precisamos de ser vacinados", afirma Corvino.

Numa altura em que o país estabelece metas e quer acelerar a campanha de vacinação, esta escolha simbólica reforça a esperança e o otimismo. E ser vacinado rodeado de arte e natureza pode ser uma das melhores formas para começar a viagem de volta à vida normal.