Última hora
This content is not available in your region

Luta contra a Covid-19 segue a ritmos diferentes

Access to the comments Comentários
De  Bruno Sousa
euronews_icons_loading
Luta contra a Covid-19 segue a ritmos diferentes
Direitos de autor  Martin Meissner/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

A vida voltou praticamente ao normal no Reino Unido e milhares de pessoas aproveitaram o bom tempo e a reabertura do comércio não essencial para pôr a conversa em dia esta segunda-feira. Uma medida possível devido a uma combinação de dois fatores, a descida considerável nos casos de Covid-19 para números que não se verificavam desde o verão passado e a agressiva campanha de vacinação, em que praticamente metade da população já recebeu pelo menos a primeira dose da vacina. Ainda assim, o primeiro-ministro Boris Johnson apela à responsabilidade.

Apesar do sucesso britânico no combate à Covid-19, a verdade é que o país está em contraciclo com a situação global. A Organização Mundial da Saúde avisa que "não estamos a seguir na direção que precisamos" uma vez que "a semana passada houve um aumento de 9% na transmissão e 5% nas mortes" naquela que foi "a sétima semana consecutiva em que o contágio cresceu".

Números que assustam mas a verdade é a população anseia pelo regresso à normalidade e nos Países Baixos, perto de duas centenas de pessoas participam numa experiência singular. Mediante a apresentação de um teste negativo, terão a oportunidade de passar uma semana de férias numa ilha grega. Terão de se limitar à unidade hoteleira mas isso não é problema para os participantes, que sublinham que "no pior cenário", irão passar "a semana inteira na piscina de cocktail na mão".

Um privilegio ao alcance de poucos. Na Chéquia o momento é de apertar ainda mais as medidas de restrição e as autoridades anunciaram a proibição de ajuntamentos com mais de duas pessoas. Na vizinha Áustria, o confinamento será prolongado até 2 de maio.