Detido advogado da fundação de Navalny

screenshot
screenshot Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades russas incluem rede regional do líder da oposição como organização "extremista"

PUBLICIDADE

A polícia russa deteve o advogado Ivan Pavlov, conhecido pour defender o líder da oposição Alexei Navalny e a sua Fundação Anticorrupção, acusada de "extremismo" pelo Kremlin.

Pavlov é acusado de "divulgação de informações acerca de uma investigação preliminar", delito passível de uma pena de até três meses de prisão.

Numa entrevista recente à euronews, o advogado, especializado em casos de traição e espionagem, afirmana que "as autoridades não estão a visar apenas organizações, mas sobretudo pessoas", com o objetivo de "instalar o medo, para que recusem ações que o Estado agora considera como indesejáveis ou hostis ao regime".

A detenção teve lugar um dia depois de Navalny comparecer em tribunal pela primeira vez, desde que cumpriu uma greve de fome de mais de três semanas para contestar as condições em que se encontra encarcerado.

Esta sexta-feira, o regime apertou ainda mais o cerco à oposição, adicionando a rede de escritórios regionais da organização de Navalny à lista de participantes "em atividades extremistas ou terroristas". 

A ameaça desta designação levou a própria rede regional de Navalny a decretar a sua autodissolução, para tentar evitar a possibilidade da detenção dos seus trabalhadores e financiadores.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Justiça russa acaba com movimento político de Navalny

Rússia detém homem do Quirguistão suspeito de estar envolvido no último ataque a Moscovo

Ataque de Moscovo: número de mortos sobe para 139; detidos mais três suspeitos