Última hora
This content is not available in your region

Protestos desafiam restrições anticovid

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
screenshot
screenshot   -   Direitos de autor  La Presse
Tamanho do texto Aa Aa

Turim viveu este sábado um primeiro de Maio tenso, quando manifestantes desafiaram a polícia num protesto proibido no quadro das restrições impostas pelas autoridades italianas para lutar contra a pandemia de Covid-19.

As forças da ordem intervieram quando participantes na manifestação se tentaram dirigir para a Câmara Municipal.

Com palavras de ordem contra o primeiro-ministro Sebastian Kurz, entre 600 e 700 pessoas reuniram-se no centro da capital austríaca, Viena, para contestar as restrições ligadas ao combate contra a pandemia. Uma manifestação que teve também como alvo as farmacêuticas que desenvolveram as várias vacinas anti-Covid em uso na Europa.

Em Bruxelas também teve lugar um evento multitudinário que obrigou à intervenção policial. Mas, contrariamente a Turim ou Viena, a capital belga não foi palco de um protesto, mas antes de uma festa ilegal num parque, que reuniu mais de mil pessoas, desafiando as restrições sanitárias.

A polícia recorreu a canhões de água e gás lacrimogéneo e há registo de pelo menos quinze detenções.