Última hora
This content is not available in your region

Novo referendo no horizonte

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Novo referendo no horizonte
Direitos de autor  Lesley Martin/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Na Escócia, os nacionalistas contam as horas para as eleições parlamentares desta quinta-feira. Os 129 assentos da assembleia regional vão a votos e, para muitos, estas eleições são o primeiro passo para a realização de um novo referendo sobre a permanência no Reino Unido.

O Partido Nacionalista Escocês (SNP) e a primeira-ministra estão à espera das consequências do Brexit e a da forma como o governo de Londres fez a gestão da pandemia.

Nicola Sturgeon diz que um voto no seu partido é, em primeiro lugar, "um voto numa liderança experiente" para ultrapassar a pandemia, e depois é "um voto para dar às pessoas a escolha da independência".

Os nacionalistas estão à frente nas sondagens, mas Douglas Ross, o líder dos conservadores, acredita que pode impedir uma maioria como aconteceu em 2016.

Contra a consulta popular está também o Partido Trabalhista Escocês. Anas Sarwar, líder do partido, não acredita que "a independência ou um referendo seja a coisa certa para a Escócia depois de ultrapassar a pandemia".

As sondagens apontam para a vitória do Partido Nacionalista, mas Nicola Sturgeon precisa de uma vantagem confortável para voltar a perguntar aos escoceses se querem sair do Reino Unido.