Última hora
Advertising
This content is not available in your region

Mais de dois mil migrantes chegam a Lampedusa em um dia. Autarca pede ajuda

euronews_icons_loading
Mais de dois mil migrantes chegam a Lampedusa em um dia. Autarca pede ajuda
Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de dois mil migrantes chegaram a Lampedusa em 24 horas .Desde domingo, um total de 20 embarcações foram dando à costa da pequena ilha italiana, sem mãos a medir para receber tanta gente.

O centro de receção local tem capacidade para 200 pessoas e ficou sobrelotado. Quem chegou e não teve lugar, passou a noite no cais. Imagens do porto de Favaloro, esta segunda-feira, mostram centenas de migrantes à espera de um novo destino.

A organização não-governamental Alarm Phone alerta para as várias chamadas desesperadas por ajuda que continuam a vir de embarcações no Mediterrâneo, mais concretamente ao largo da costa da Líbia.

Uma informação confirmada pela porta-voz em Itália da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), Carlotta Sami, que, no Twitter, escreveu ser "necessário um sistema, não podemos ignorar o que tem vindo a acontecer há demasiado tempo".

A situação levou já o presidente da câmara de Lampedusa, Totò Martello, a pedir o apoio do primeiro-ministro italiano e a exigir uma estratégia para o problema da migração.

"Compreendo que a prioridade de Draghi é a pandemia do coronavírus e a crise económica, mas as emergências, quando se pode, como no caso dos migrantes, é preciso preveni-las. A Itália tem de construir uma estratégia. O primeiro-ministro tem de se mexer ou corremos o risco de, até ao final do verão, 50 mil pessoas chegarem a esta ilha”, afirmou o autarca.

De acordo com dados do próprio Ministério do Interior, desde janeiro, desembarcaram em Itália 12.984 migrantes, o triplo do que o que foi registado no mesmo período do ano passado.