Última hora
This content is not available in your region

O líder da oposição georgiana foi libertado

euronews_icons_loading
O líder da oposição georgiana foi libertado
Direitos de autor  VANO SHLAMOV/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

O líder da oposição georgiana, Nika Melia, foi libertado da prisão, abrindo caminho para o fim da crise política na Geórgia.

A sua libertação marca um passo significativo num plano apoiado pela União Europeia. Para ajudar a pôr fim a uma longa crise política, Bruxelas pagou a fiança de Melia.

À saída da prisão Nika Melia afirmou: "Há apenas dois cenários aqui: ou o mundo civilizado salvou um criminoso, ou um político. Em ambos os casos, juntamente com os meus amigos, colegas e ativistas, eu serei uma ameaça muito séria para este governo. Serei uma ameaça para Bidzina Ivanishvili" (bilionário, ex-primeiro ministro).

Nika Melia foi preso em fevereiro de 2021 quando a polícia invadiu a sede do Movimento Nacional Unido, que lidera. A detenção desencadeou críticas internacionais. Estava acusado de incitação à violência durante protestos antigovernamentais em 2019, acusação que considera ter motivações políticas.

A Geórgia é uma república do sul do Cáucaso, com ambições de aderir à NATO e a outras organizações ocidentais, que tem enfrentado tumultos políticos desde as eleições parlamentares de novembro passado, denunciadas como injustas pela oposição.