Cessar-fogo no Médio Oriente é "bom mas insuficiente"

Cessar-fogo no Médio Oriente é "bom mas insuficiente"
Direitos de autor MOHAMMED ABED/AFP or licensors
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Diplomadas e analistas consideram boas as tréguas entre o Hamas e Israel mas insuficientes para construir uma paz duradoura.

PUBLICIDADE

As tréguas entre Israel e o Hamas surgem após vários dias de intensa diplomacia, incluindo esforços por parte da União Europeia. O Alto Representante para a Política Externa, Josep Borrel, diz que o fim da violência é importante mas é necessário muito mais. "O cessar-fogo na Palestina é muito importante, mas o acordo não significa que tenhamos de ignorar o problema, porque se o fizermos, dentro de dois anos ou menos teremos de novo uma situação como esta".

Horas antes do anúncio do fim da violência, estiveram no terreno os chefes da diplomacia da Alemanha, da Chéquia e da Eslováquia. A ideia de que é necessária uma base solida para o processo de paz para ser consensual.

"Temos que perceber que as fundações para um processo de paz e uma solução singnificativos não existem. E esse deve ser o foco e a direção da diplomacia Europeia, recrear as fundações sólidas que permitam abrir caminho para um melhor futuro para palestinianos e israelitas", Hugh Lovatt, analista do European Council on Foreign Relations.

Em mais de 70 anos, os dois povos nunca foram capazes de se entender. O resultado é uma instabilidade crónica com ondas devastadoras de violência.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mundo saúda tréguas entre Hamas e Israel

Cessar-fogo "iminente" entre o Hamas e Israel

Biden pede "redução significativa da violência"