EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Cessar-fogo instável em Gaza

Cessar-fogo instável em Gaza
Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Confrontos entre palestinianos e polícia israelita na Esplanada das Mesquitas

PUBLICIDADE

Prédios completamente destruídos, mas não se ouvem aviões de combate nem sirenes de alerta. Depois de um conflito de 11 dias entre Israel e grupos palestinianos, um cessar-fogo pôs fim às violentas hostilidades na Faixa de Gaza.

No entanto a fase de tréguas é instável. Poucas horas depois, tiveram lugar novos confrontos entre palestinianos e a polícia israelita na Esplanada das Mesquitas. Durante uma conferência de imprensa, o Hamas deixou o aviso: está sempre pronto a dar resposta. O movimento exige que Israel acabe com a violência em Jerusalém e que repare o rasto de destruição.

Israel, por seu lado, está pronto a atacar de novo com meios de combate mobilizados em Sderot, perto da fronteira com a Faixa de Gaza.

Assim como o cessar-fogo, a situação humanitária também está frágil. Aproximadamente, 50 mil pessoas foram deslocadas. Foram entregues à população mais de 40 toneladas de alimentos, medicamentos e cobertores.

Um hospital de campanha jordano passou por Rafah, no sul da Faixa de Gaza e as Nações Unidas pedem uma segunda travessia a norte da cidade. A organização internacional anunciou ontem que atribuiu 4,5 milhões de dólares do Fundo Central de Resposta a Situações de Emergência, para atender às necessidades humanitárias em Gaza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tanques israelitas avançam pelo centro de Rafah pela primeira vez

União Europeia volta a ativar missão de assistência em Rafah

Netanyahu reconhece que morte de civis em ataque israelita a Rafah foi um "incidente trágico"