EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Grécia pronta para testar "passaporte" digital da Covid

Grécia pronta para testar "passaporte" digital da Covid
Direitos de autor HANDOUT/AFP
Direitos de autor HANDOUT/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sistema já funciona no país e foi apresentado esta sexta-feira na presença do Presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e do vice-presidente da Comissão Europeia, Margaritis Schinas.

PUBLICIDADE

A Grécia está preparada para testar o passaporte da imunidade da União Europeia contra a Covid-19. O sistema foi apresentado em Atenas com a presença do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.

A apresentação ficou a cargo do ministro para a Governação Digital.

"Portanto, temos a aplicação grega. Esta aplicação será utilizada pelos agentes fronteiriços a fim de verificar se o documento é ou não exato. Assim, ao pressionar o leitor QR e este não é um QR clássico, é um QR gráfico criptografado, só se pode ler com a aplicação", explicou Kyriakos Pierrakakis.

O sistema incorpora dados nacionais dos estados membros para que a imunidade - através da vacina ou da recuperação da doença - e os resultados dos testes possam ser verificados digitalmente.

O primeiro-ministro grego considera o sistema muito importante para a retoma económica de um país muito dependente do turismo. "O objetivo em não dividir os cidadãos". O certificado digital COVID da UE não é mais do que uma via de viagem rápida. Tornará as viagens muito mais fáceis, especialmente durante o verão. Isto é particularmente importante para nós (para o nosso país) ’’, disse Kyriakos Mitsotakis.

O presidente do Conselho Europeu e o vice-presidente da Comissão europeia estão muito satisfeitos com o consideram ser uma grande obra. "A livre circulação de pessoas é um grande feito europeu e é realmente importante demonstrar, após esta crise da cobiça, que somos novamente capazes de garantir a livre circulação dos nossos cidadãos", explicou Charles Michel.

Por seu lado, o vice-presidente da Comissão Europeia e comissário para a Promoção do Modo de Vida Europeu, Margaritis Schinas , disse estar "muito feliz por termos conseguido produzir este grande acordo europeu. É uma prova tangível de que a Europa pode cumprir quando a solidariedade encontra a determinação. Solidariedade porque muito na linha do que fizemos com as vacinas, este é um produto pan-europeu", Margaritis Schinas

A Grécia pode avançar de imediato com o sistema, ou seja, antes da data estabelecida pelos 27, que é dentro de um mês, um de julho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cartão presente para levar jovens a vacinarem-se

Certificado digital europeu tem luz verde

Gregos contentes com União Europeia, diz sondagem