Última hora
This content is not available in your region

É possível explorar os recursos do oceano sem destruí-lo?

euronews_icons_loading
O painel do Oceano quer promover a gestão sustentável do mar
O painel do Oceano quer promover a gestão sustentável do mar   -   Direitos de autor  Francisco Seco/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Segundo a Organização Não Governamental (ONG) The Nature Conservancy, se a humanidade cuidar dos oceanos, em 2050, poderá ter acesso a seis vezes mais alimentos do que hoje.

"Segundo estimativas, se cuidarmos dos oceanos, em 2050, a quantidade de alimentos provenientes do mar será seis vezes superior à atual", disse Maria Damanaki, diretora para a gestão global dos oceanos, da ONG The Nature Conservancy.

Para já, 14 países assumiram o compromisso de gerir os oceanos de modo sustentável de modo a combinar proteção do mar e crescimento económico. Esse países representam 40% das zonas do litoral do mundo.

Portugal quer assumir papel na preservação dos oceanos

Portugal e a Noruega são os dois membros europeus do Painel do Oceano.

"Temos que mudar a forma como lidamos com o oceano e passar da extração à produção", sublinhou Ricardo Serrão Santos, Ministro do Mar de Portugal.

O seu plano de ação passa por favorecer as energias renováveis e a pesca sustentável. Portugal quer aumentar as suas áreas marinhas protegidas para que representem um terço da área total até 2030.

"A reforma da recolha e tratamento do lixo marinho, no setor dos transportes e da pesca, é muito importante", acrescentou o ministro português.

Os objetivos do Painel do Oceano

O objetivo do Painel de Alto Nível para uma Economia Sustentável do Oceano (Painel do Oceano) é promover um diálogo efetivo entre a sociedade, os governos e os cientistas para implementar uma nova agenda para o oceano.

Desde o lançamento da iniciativa, o painel realizou 15 sessões de alto nível, com a participação de cerca de 160 especialistas que dão apoio técnico e científico.

Em termos práticos, os países participantes prentendem tomar medidas para proteger a vida marinha, um dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

O Painel do Oceano assumiu o compromisso de alcançar uma gestão dos oceanos 100 % sustentável nos espaços sob a jurisdição nacional de cada um dos membros, até 2030.

Em paralelo, o governo português lançou a Estratégia Nacional para o Mar 2021-2030.

O Painel do Oceano convida todos os países a participar no esforço comum. "Encorajamos outros países a juntarem-se a nós. O nosso objetivo é que todas as águas nacionais sejam geridas de forma sustentável até 2030", afirmou Vidar Helgesen, enviado especial para o Oceano, da Noruega.

Durante a Green Week, a Euronews propõe uma série de artigos sobre os temas do ambiente e e da biodiversidade na Europa.