Alemanha e Polónia querem aprofundar relações bilaterais

Conferência de imprensa dos presidentes da Alemanha e da Polónia
Conferência de imprensa dos presidentes da Alemanha e da Polónia Direitos de autor AFP
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alemanha e Polónia querem aprofundar ainda mais as relações entre os dois países, apesar das divergências atuais. O anúncio foi feito pelo presidente polaco e pelo seu homólogo alemão, em Varsóvia.

PUBLICIDADE

Alemanha e Polónia querem aprofundar ainda mais as relações entre os dois países, apesar das divergências atuais. O anúncio foi feito pelo presidente polaco e pelo seu homólogo alemão Frank-Walter Steinmeier, em Varsóvia. A visita de Steinmeier aconteceu pelo 30º aniversário da assinatura do Tratado de Vizinhança entre a Polónia e a Alemanha.

O presidente alemão disse que "a boa vizinhança entre a Alemanha e a Polónia foi e é tudo menos natural". Steinmeier disse que tiveram sucesso juntos, porque se ouviram, como fizeram hoje, e porque sempre fizeram esforços um pelo outro no passado e querem manter isso assim no futuro. 

Atualmente as relações entre os dois países enfrentam alguns atritos. A Polónia opõe-se ao gasoduto Nordstream 2, quase concluído, que vai da Rússia à Alemanha.

A nível da União Europeia, as reformas judiciais do governo de Varsóvia e a nova lei do aborto têm merecido críticas.

A Polónia tem exigido reparações de guerra à Alemanha por danos de guerra e um memorial às vítimas polacas do nazismo. O presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier disse que o memorial planeado para Berlim já está em fase de realização. Os dois países acordaram aumentar o apoio às respetivas minorias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Agricultores polacos bloqueiam centenas de passagens na fronteira ucraniana, Kiev ameaça retaliação

Parlamento polaco investiga utilização do software Pegasus

Agricultores polacos prometem continuar protestos na fronteira com a Ucrânia