EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

UE decide novas sanções à Bielorrússia

UE decide novas sanções à Bielorrússia
Direitos de autor Darko Vojinovic/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Darko Vojinovic/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Detalhes discutidos na cimeira dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27 no Luxemburgo.

PUBLICIDADE

A União Europeia aprovou um pacote de sanções à Bielorrússia. Os detalhes vão ser conhecidos no fim da reunião dos chefes da diplomacia dos 27 Estados-membros, no Luxemburgo, mas sabe-se que há unanimidade quanto à imposição de novas sanções ao regime de Alexander Lukashenko. O primeiro ponto na agenda é uma reunião com a líder da oposição no país, Sviatlana Tsikhnouskaya.

O alto representante da política externa europeia, Josep Borrell, explica: "Este é um pacote mais alargado, engloba 86 pessoas e entidades. Vamos também discutir as sanções económicas, que serão apresentadas ao Conselho Europeu na próxima reunião".

A reunião serve também para discutir os temas quentes do Iraque e da América Latina. A necessidade de endurecer as sanções à Bielorrússia, considerada a última ditadura da Europa, aumentou depois do desvio de um avião, que fazia a ligação entre dois países da UE, para que o regime pudesse prender um jornalista dissidente.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

União Europeia publica sanções à Bielorrússia no dia em que Tsikhanouski foi ouvido em tribunal

Chefes da diplomacia da UE discutem conflitos no Médio Oriente, na Ucrânia e no Nagorno-Karabakh

Crise da habitação no Luxemburgo empurra milhares de pessoas para países vizinhos