EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Padre ortodoxo grego detido depois de atacar dez pessoas com ácido

Mosteiro Petraki, Atenas
Mosteiro Petraki, Atenas Direitos de autor Petros Giannakouris/The Associated Press
Direitos de autor Petros Giannakouris/The Associated Press
De  Bruno Sousa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Padre ortodoxo grego ataca bispos que discutiam a sua destituição por ter sido preso por posse de droga

PUBLICIDADE

Um padre ortodoxo grego foi detido depois de ter atacado dez pessoas com ácido no mosteiro Petraki, em Atenas. O ataque aconteceu numa audiência com vários bispos onde se discutia a sua destituição por ter sido preso por posse de droga. O atacante visou as caras e mãos dos presentes com um líquido corrosivo que, de acordo com a imprensa local, tinha comprado na internet.

As vítimas foram imediatamente levadas para o hospital mas não correm perigo de vida. Três pessoas, no entanto, sofreram queimaduras graves e terão de se submeter a cirurgias plásticas.

Já o atacante, foi internado numa instituição psiquiátrica. De acordo com o advogado, "a pessoa detida tem uma doença mental e estava a tomar antidepressivos poderosos".

Será agora submetido a uma avaliação do seu estado mental, para já, as autoridades consideram que não está em condições de testemunhar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Papa Francisco pede desculpa por utilizar termo ofensivo sobre pessoas LGBT

Vestidos de vermelho e branco, milhares de brasileiros celebram o Dia de São Jorge

Polícia trata esfaqueamento de Sydney como "ato terrorista"