Última hora
This content is not available in your region

Polícia haitiana detém seis suspeitos do assassínio do presidente

De  euronews
euronews_icons_loading
Polícia haitiana detém seis suspeitos do assassínio do presidente
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia haitiana deteve seis suspeitos da morte do presidente do país, assassinado na quarta-feira em sua casa, segundo notícia avançada por alguns órgãos de comunicação. Outros quatro suspeitos foram abatidos num tiroteio com a polícia.

Centenas de haitianos juntaram-se em frente à esquadra da polícia para onde os suspeitos foram levados, gritando "queimem-nos" e atearam mesmo fogo a um veículo que pertenceria a um dos alegados assassinos.

Segundo a agência Associated Press, que cita fontes governamentais, dois dos detidos são haitianos americanos. Um deles seria um antigo guarda-costas da Embaixada do Canadá em Port au Prince, a capital do Haiti. São suspeitos de terem participado no assassínio do presidente Jovenel Moise e de terem baleado a primeira-dama haitiana Martine Moise.