This content is not available in your region

Sánchez apresenta o "governo da recuperação"

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro
euronews_icons_loading
Pedro Sánchez apresentou a maior remodelação governamental desde que está no poder
Pedro Sánchez apresentou a maior remodelação governamental desde que está no poder   -   Direitos de autor  Paul White/AP

O primeiro-ministro de Espanha anunciou este sábado uma remodelação governamental. Um executivo mais jovem e que põe fora do gabinete alguns dos mais destacados políticos do partido socialista espanhol. A começar pela número dois do governo, Carmen Calvo, e a acabar em Juan Carlos Campo, o ministro da Justiça por quem passaram os indultos aos idependentistas catalães.

Sanchez afasta polémicas. "Quando o pior da pandemia tiver terminado, o novo governo terá como principal tarefa consolidar a recuperação económica e a criação de emprego, e gerir esta enorme oportunidade que representam os fundos europeus para modernizar e fortalecer ainda mais a nossa economia. Uma modernização e recuperação que deve ser mais ecológica, mais digital e que deve responder às exigências dos jovens e reforçar a agenda feminista," diz.

Nas redes sociais, agradece a quem sai, mas elogia o sangue novo.

Um governo a pensar no fim da pandemia. Os analistas já lhe definiram o traço e dizem que é uma equipa com um perfil político e económico mais vincado.