This content is not available in your region

Prisão preventiva para dois dos quatro acusados de violação em Espanha

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Palácio da Justiça, Astúrias, Espanha
Palácio da Justiça, Astúrias, Espanha   -   Direitos de autor  TVE/EURONEWS

Dois dos quatro portugueses acusados de violar duas cidadãs espanholas na cidade de Gijón ficaram em prisão preventiva.

As medidas de coação foram anunciadas esta segunda-feira. Os restantes acusados estão autorizados a regressar a Portugal, sem poderem contactar as alegadas vítimas.

A defesa dos suspeitos diz não haver indícios de violência.

À saída do tribunal, nas Astúrias, o advogado de defesa, Germán Inclán, afirmou aos jornalistas que "as relações sexuais de diferentes índoles que ocorreram entre estes jovens e as denunciantes foram sempre consentidas, pelo que não têm relevância penal". 

O advogado entregou também à juíza um vídeo com imagens do que aconteceu, que considera ser "uma prova determinante da inocência dos quatro".

O governo espanhol aprovou este mês uma proposta que classifica sexo sem consentimento como violação. O projeto de lei deverá ser votado pelo parlamento no final do ano.