Última hora
This content is not available in your region

Reino Unido acaba com quarentena para passageiros da União Europeia

Access to the comments Comentários
De  Euronews com AFP
euronews_icons_loading
Reino Unido acaba com quarentena para passageiros da União Europeia
Direitos de autor  Matt Dunham/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A partir desta segunda-feira, o Reino Unido deixa de exigir um período de quarentena aos passageiros com a vacinação completa que chegam da União Europeia e dos Estados Unidos.

As novas regras aplicam-se a chegadas de países classificados como "laranja" por Londres, que são a maioria dos destinos incluindo a Europa e a América do Norte, exceto a França. Para os países classificados como verdes, não é imposta qualquer quarentena, independentemente do estatuto de vacinação, e para os países da lista vermelha (Índia, América do Sul, Emirados Árabes Unidos), a quarentena é obrigatória para todos.

O Reino Unido, um dos países europeus mais afetados pela pandemia com mais de 129 mil mortos, está atualmente a atravessar uma nova onda epidémica atribuída à variante Delta, apesar de uma diminuição notória de casos na última semana.

França denuncia regras discriminatórias

França ficou de fora da flexibilização das regras de entrada no Reino Unido. O governo de Boris Johnson justificou a decisão com a presença da variante Beta, mas as autoridades francesas lembram que a maior parte dos casos estão concentrados na ilha da Reunião, no Oceano Índico.

Para Clement Beaune, Secretário de Estado para os Assuntos Europeus, as regras britânicas impostas são “excessivas e incompreensíveis”. “Não é uma medida inspirada na ciência e é discriminatória em relação aos franceses”, disse Beaune.

O Secretário de Estado revelou que “por enquanto”, França não planeia aplicar medidas semelhantes ao Reino Unido.