Última hora
This content is not available in your region

Grã- Bretanha e Itália somam mais ouros em Tóquio2020

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
euronews_icons_loading
Kate French (Pentatlo Moderno) e  Antonella Palmisano (20km marcha) no pódio
Kate French (Pentatlo Moderno) e Antonella Palmisano (20km marcha) no pódio   -   Direitos de autor  AP Photo/Andrew Medichini/Eugene Hoshiko
Tamanho do texto Aa Aa

Kate French e a Laura Kenny e Katie Archibald valeram mais medalhas de ouro à Grã-Bretanha e já são 18 nestes Jogos Olímpicos Tóquio2020. A italiana Antonella Palmisano é a nova campeã olímpica dos 2okm de marcha.

French é a segunda britânica a vencer o ouro na competição que integra provas de esgrima, natação, equitação e corrida com tiro ao alvo, num dia de Pentatlo feminino que ficou também marcado pelo novo recorde na etapa de 200 metros livres de natação, o primeiro numa piscina de 25 metros.

Já recordista na piscina de 50 metros do Rio 2016, Gulnaz Gubaydullina, em representação do Comité Olímpico Russo, fixou o novo máximo em 02:07,31 minutos.

20km marcha

Na prova de 20 quilómetros de marcha, mais uma medalha de ouro para a Itália, a oitava, ganha por Antonella Palmisano, com 01:09:12 horas.

A portuguesa Ana Cabecinha foi a 20.ª a cortar a meta, a quase cinco minutos da vencedora.

Polo Aquático

No polo aquático, a Grécia qualificou-se pela primeira vez para a final olímpica, ao vencer a Hungria, por 9-6.

O melhor resultado da equipa helénica tinha sido um quarto lugar em 2004 e, na final de domingo, os gregos vão enfrentar a Sérvia, que venceu a Espanha, 10-9, na outra meia final.

Ciclismo

Na prova de "madison", um género de estafeta do ciclismo de pista, medalha de ouro para a Grã-Bretanha.

Na estreia da prova no quadro olímpico feminino, a dupla Laura Kenny e Katie Archibald arrasaram a concorrência, somaram 78 pontos e deixaram a dupla da Dinamarca, em segundo, com menos de metade dos pontos (35). O bronze ficou para o Comité Olímpico Russo (26).

Boxe

Na final do boxe masculino de pesos pesados, triunfo para Julio La Cruz.

Campeão olímpico de meio-pesados no Rio de Janeiro, em 2016, o cubano conquistou agora a terceira medalha de ouro olímpico da carreira com um triunfo claro na categoria máxima sobre o russo Muslim Gadzhimagomedov.

O britânico Joshua Buatsi e o francês Mathieu Bauderlique partilharam o bronze.