Última hora
This content is not available in your region

Nova vaga de Covid-19 em Guadalupe e Martinica

Access to the comments Comentários
De  Teresa Bizarro com Agências
euronews_icons_loading
Nova vaga de Covid-19 em Guadalupe e Martinica
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Uma nova vaga de Covid-19 varre Guadalupe e Martinica. O governo francês apelou à boa vontade de médicos e enfermeiros para que reforcem as fileiras dos hospitais nos dois territórios ultramarinos. Os serviços de saúde esgotaram a capacidade de resposta. Guadalupe tem mais de 1100 casos por 100 mil habitantes - quatro vezes a média nacional.

Nos dois territórios as autoridades voltaram a impor o recolher obrigatório durante a noite.

Em França continental, entra esta segunda-feira em vigor a obrigatoriedade de apresentar o certificado de vacinação ou um teste negativo de Covid-19 para entrar em grande parte dos espaços fechados e transportes de longo curso.

Do outro lado do canal da mancha, a autoridade da concorrência britânica vai analisar uma possível concertação nos proços dos testes de Covid-19. A investigação surge depois do ministro britânoco da saude ter reclamado que os preços elevados dos testes estavam a impedir algumas pessoas de irem de férias.

Os testes PCR exigidos para a maioria dos viajantes custam em média cerca de 75 libras (quase 90 euros), mas muitas empresas cobram mais de 200 euros.

Na Áustralia, a nova vaga de Covid-19 dá finalmente sinais de ceder. O estado australiano de Queensland começa a aliviar as restrições. O recolher obrigatório foi levantado, mas o alerta mantém-se.

No berço da Covid-19, em Wuhan, na China, as autoridades deram como terminado o teste aos 11 milhões de habitantes. Foram detetados 79 casos - a maioria assintomáticos.