Última hora
This content is not available in your region

#FreeBritney: James Spears disponível para ceder a tutela da filha

Access to the comments Comentários
De  Euronews com Agências
#FreeBritney: James Spears disponível para ceder a tutela da filha
Direitos de autor  AP/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

A história de Britney Spears tem todos os ingredientes para uma novela infeliz, mas, pela primeira vez em mais de uma década, a narrativa parece mais favorável à vontade da estrela pop norte-americana. Ao fim de 13 anos, o pai de Britney declarou que está disponível para deixar de ser tutor da filha, mas não define um prazo e diz que quer fazer parte da transição da tutela.

Jamie Spears controla o património financeiro e a vida pessoal da cantora, graças a uma ordem do Tribunal que a declarou incapaz.

"Uma mudança de tutor é agora no melhor interesse da Sra. Spears? Isto é altamente discutível", escreveram no entanto os advogados de Jamie Spears no documento agora divulgado.

"No entanto, embora o Sr. Spears seja o alvo de ataques implacáveis e injustificados, não acredita que uma batalha pública com a filha sobre o seu papel de guardião seja do melhor interesse" da cantora, acrescentaram, sem dizer quando é que ele planeava exactamente abandonar esse papel.

O advogado de Britney Spears, Mathew Rosengart, congratulou-se com a notícia.

"Estamos satisfeitos por o Sr. Spears e o seu advogado terem hoje admitido num documento legal que ele tinha de ser removido. A justiça é feita pela Britney", afirmou acrescentando no entanto qiue prossegue "a investigação vigorosa sobre o comportamento do Sr. Spears, e outros, ao longo dos últimos 13 anos enquanto guardou milhões de dólares dos bens da sua filha".

Jamie Spears tem defendido o seu papel nos últimos anos. "Se as pessoas tivessem conhecimento de todos os factos da vida pessoal da Sra. Spears, não apenas os altos mas os baixos, todas as questões de saúde mental e dependência que a afectaram, e todos os desafios da tutela, elogiariam o Sr. Spears pelo trabalho que realizou, não o vilipendiariam", afirmam os documentos entregues em Tribunal.

#FreeBritney

A antiga estrela da Disney começou a carreira a solo em 1999. O álbum de estreia vendeu mais de 100 milhões de cópias e foi de tal forma marcante que há um antes e um depois de "...Baby One More Time".

Nos últimos anos, a artista poucas vezes apareceu em público. Em fevereiro, o documentário "Framing Britney Spears" impulsionou o #FreeBritney - um movimento internacional pela "libertação" da cantora que parece recolher agora os primeiros louros.

A cantora pediu ao tribunal que a libertasse da tutela do pai a quem classificou de "abusivo". Numa audiência em junho, em que falou durante cerca de 20 minutos, revelou que tinha de tomar medicamentos para controlar o comportamento, que não tinha sido autorizada a tomar decisões sobre as suas amizades ou finanças ou sobre o seu sistema reprodutivo. "Só quero continuar com a minha vida, já passaram 13 anos e já é suficiente", afirmou. A tutela não foi levantada, mas há uma nova audiência do processo agendada para 29 de Setembro.