Última hora
This content is not available in your region

Brasil envia ajuda humanitária ao Haiti

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
euronews_icons_loading
Jair Bolsonaro com os bombeiros
Jair Bolsonaro com os bombeiros   -   Direitos de autor  Joedson Alves/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

O Brasil dá a mão ao Haiti, depois do terramoto e Jair Bolsonaro não perde a oportunidade de aparecer.

O envio de 32 bombeiros especializados, juntamente com sete toneladas de ajuda humanitária e 3,5 toneladas de medicamentos, num avião de transporte da Força Aérea brasileira foi pretexto para o presidente brasileiro presidir a uma cerimónia, transmitida em direto pela televisão, para mostrar que o país está na primeira linha no que toca à ajuda ao Haiti.

O abalo de 7,2 graus na escala de Richter, no dia 14 deste mês fez mais de 2200 mortos e penalizou milhares de pessoas já antes afetadas pela pobreza extrema.

A distribuição da ajuda humanitária, que chega de vários locais, tem sido acompanhada por cenas caóticas em que as pessoas lutam pelos sacos de ajuda alimentar e são frequentes as pilhagens.

O sismo afetou sobretudo localidades no sul do Haiti, como Les Cayes, e poupou, em grande medida, a capital Port-au-Prince, muito afetada pelo terramoto de 2010. Estima-se que 53 mil casas tenham sido destruídas pelo tremor de terra.