Última hora
This content is not available in your region

Grécia anunciou restrições duras para não vacinados

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Grécia anunciou restrições duras para não vacinados
Direitos de autor  AHMAD GHARABLI/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia anunciou restrições duras para quem não estiver vacinado. A partir de 13 de setembro, os trabalhadores não vacinados dos setores público e privado terão de ser testados todas as semanas e pagar os testes. Em áreas como a Educação e o Turismo terão mesmo de efetuar dois testes rápidos por semana.

"Ao contrário do que aconteceu no outono passado, quando a humanidade foi confrontada com uma segunda vaga de Covid-19 sem outras defesas além das medidas de proteção conhecidas - confinamento, testes, máscaras, antisséticos - neste outono cada um de nós pode proteger-se e proteger os outros. As vacinas estão disponíveis há oito meses, o que nos dá uma escolha que não tínhamos antes", explicou o ministro da Saúde grego, Vassilis Kikilias.

Em França, a Alta Autoridade da Saúde recomendou uma terceira dose da vacina contra a Covid-19 para pessoas com mais de 65 anos e para as pessoas que tenham doenças que as podem tornar mais vulneráveis.

Israel autorizou esta terça-feira uma terceira dose da vacina da Pfizer contra o novo coronavírus para os maiores de 30 anos. Autorização que surge numa altura em que o país se debate com a quarta vaga.

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, avisou que pode voltar a impor alguns controlos relacionados com a Covid-19, depois de o país ter registado um recorde no aumento de novos casos.