Impacte de sanções dos EUA contra a Venezuela

Relatório apresentado por Delcy Rodríguez
Relatório apresentado por Delcy Rodríguez Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo de Nicolás Maduro apresenta relatório e diz que sanções dos EUA são crime contra a Humanidade

A Venezuela apresentou um novo relatório, no Tribunal Penal Internacional, sobre o impacte das sanções económicas impostas pelos Estados Unidos da América.

PUBLICIDADE

O anúncio foi feito pela vice-presidente Delcy Rodríguez.

O Governo do presidente Nicolás Maduro alega que as "medidas coercivas unilaterais" de Washington contra Caracas constituem um crime contra a Humanidade.

"Obtivemos informações sobre como (as sanções) afetaram a indústria de produção de medicamentos na Venezuela. Mais de metade das multinacionais produtoras de medicamentos no país partiu", disse o vice-presidente.

Todas as 150 empresas individuais afetadas pelas sanções, à exceção de 10, são privadas, disse Rodriguez, acrescentando que Washington também visou ativos específicos, incluindo 30 petroleiros e 58 aviões.

Entre os cerca de 30 países "sancionados ilicitamente" pelos EUA, a Venezuela está em quinto lugar no número de medidas coercivas unilaterais que está a suportar, afirmou.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Boneco parecido com Maduro para as crianças venezuelanas neste Natal

Um morto e 70 mil pessoas bloqueadas pela chuva do Festival "Burning Man"

Florida: Furacão Idalia transformou estradas em rios, mas não fez vítimas mortais