Última hora
This content is not available in your region

Exposição de Gerhard Richter em Budapeste

Access to the comments Comentários
De  euronews
euronews_icons_loading
Exposição de Gerhard Richter
Exposição de Gerhard Richter   -   Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A Galeria Nacional da Hungria apresenta uma exposição do conceituado artista alemão Gerhard Richter. Intitulada "Truth in Semblance", apresenta quase oitenta obras de coleções públicas e privadas internacionais e cobre todos os períodos da sua carreira.

"Richter criou pinturas às riscas a partir das suas obras abstratas, com um truque digital. Temos aqui um bom exemplo. Ele dividiu as suas pinturas abstratas em secções verticais, depois deslizou-as com tecnologia digital para fazer riscas", diz a curadora da exposição, Kinga Bódi.

"Ele usou um rodo de plexi, feito em casa, para esfregar e raspar a tinta que havia aplicado em grandes faixas nas suas telas, repetidamente. Deixou a superfície intacta por alguns dias, depois decidiu se a pintura estava pronta ou não. Mesmo os seus assistentes mais próximos não foram capazes de adivinhar o momento final em que ele estava prestes a dizer que a obra de arte estava pronta", afirma o diretor-geral László Baán.

Este quadro abstrato veio da Galeria Albertina, em Viena. 18 museus e colecionadores privados cederam obras para a exposição em Budapeste.

Gerhard Richter é considerado por muitos como um artista abstrato, mas não aprecia "o rótulo", pois considera que "parece que se está a abstrair de algo e não lhe parece que esse seja o caso das suas pinturas e pinturas abstratas em geral".

Richter decidiu pôr um ponto final na sua carreira como pintor, mas continua a desenhar. No ano passado e também este ano fez uma série de desenhos para a exposição de Budapeste.